Aumente as vendas de produtos artesanais

Como vender produtos artesanais?

Mas antes aproveito para convidar você para assinar o nosso blog por e-mail.   É só deixar o seu e-mail aqui na lateral do blog.

“Do seu jeito, nossas dicas se transformam em arte”.

Vender é uma arte milenar. Muito antes de surgir o sistema de compras e vendas que conhecemos hoje, a humanidade já vendia.
Nossos ancestrais trocavam entre si mercadorias e, desde aquela época, só os melhores negociadores eram escolhidos por seus líderes para ir a campo.

 

O primeiro passo é conhecer as quatro etapas de uma venda:

1 – Prospecção: no início, você precisa identificar clientes em potencial e saber quem são seus concorrentes.
2 – Abordagem: é o momento de fazer contato, se apresentar, ganhar confiança e falar do seu produto.
3 – Negociação: hora de falar sobre preços, prazos e datas de entrega.
4 – Fechamento: por último, o momento decisivo de assinar o contrato.

Agora sim, vamos para as 8  dicas infalíveis de como ser um bom vendedor:

aumentar as vendas

 

1. Saiba qual é o seu objetivo

Sabendo qual é sua meta e para quem quer vender, você vai saber qual a melhor forma de abordar e apresentar seu produto ou serviço.

Não adianta atirar para todos os lados: para vender é preciso planejar e ter metas bem definidas.

 

2. Acredite no seu produto

A primeira pessoa a comprar seu produto deve ser você mesmo.

Se nem mesmo o próprio vendedor acreditar na solução que o produto tem para oferecer, com certeza será muito difícil fazer com que alguém acredite nele.

3. Conheça seus clientes

Defina quem a sua persona. Quem é o seu publico alvo.

Se você tiver tempo para investigar como são as pessoas para quem você quer vender, ponto para você.

Mas isso nem sempre é possível, principalmente no primeiro contato.

Portanto, apure seu poder de sondagem!

Procure fazer as perguntas certas, que levem você a identificar as necessidades do cliente, para poder assim mostrar todo o potencial do seu produto.

4. Seja entusiasmado, paciente e persistente

O cliente só vai dar o “sim” que você espera se você conseguir encantá-lo. Não se esqueça: você não é o único que está vendendo.

Pense sempre que seu cliente já foi abordado por outros vendedores, então se você conseguir despertar entusiasmo dele, é com você que ele vai comprar.

O ciclo de venda pode ser longo, dependendo do público-alvo e das características do produto ou serviço que você oferece.

O importante é não tentar pular nenhuma das fases, você precisa se manter no domínio da venda.

Acredite que você não está oferecendo apenas um produto, mas sim um benefício, uma solução para a vida de quem compra.

Também esteja preparado para não vender; mas sem deixar que as portas se fechem.

Coloque-se sempre à disposição para retomar a conversa; e esteja pronto para começar tudo de novo.

Um bom vendedor é, acima de tudo, alguém que gosta de criar e manter bons relacionamentos.

5. Fazer parcerias com lojas 

Nesse tipo de relação comercial, é preciso lembrar que a loja precisa ter lucro, portanto seu preço tem que ser compatível para que possam colocar sua margem e ainda assim o produto ter atratividade para o consumidor.
O ganho do artesão passa a ser na quantidade vendida, ou seja, a margem de lucro é menor por peça mas ganha no volume de vendas.
Para obter maior lucro por peça terá que reduzir os custos de fabricação.
Procure negociar melhor com seus fornecedores e diminuir seu tempo de produção.

 

6. Participe de feiras de artesanato e exposições,

Apesar de nem sempre serem os melhores locais de vendas

Eventos são excelentes lugares para divulgar os produtos e a marca.

Não esqueça que essas participações têm também custos com espaço, decoração, etc.

 

7. Vendas virtual 

 Existem diversos sites especializados em vendas, inclusive de artesanato, que comercializam espaços para você anunciar seus produtos.
Basta você realizar uma busca na internet, e encontrará vários deles, e aí fazer contato e verificar quais os que lhe oferecem melhores vantagens.
Montar sua uma loja virtual, um site de compras, preferencialmente bilíngüe, caso tenha intenção de exportar.
Neste espaço, divulgue e facilite para que o seu potencial comprador efetive o pedido, coloque à vista o “carrinho de compras”.
Atualize e alimente este site com novidades constantemente. Isso tem um custo operacional que precisa ser compensado pelo seu volume de vendas.
Lembre-se que normalmente o preço do artesanato não costuma ser alto e não é essencial para o consumidor, então é mais difícil garantir um bom volume de vendas.
É importante informar no site os seguintes dados: telefone; endereço; e-mail; formas e condições de pagamento; e ter um sistema para efetivar e confirmar a compra.
O cliente precisa saber o preço final, diferenciando o valor do produto das despesas de envio, antes de confirmar a compra.

 

8. Buscar outros mercados, sejam nacionais ou internacionais.

O artesanato brasileiro tem grande aceitação no exterior, porém exportar requer uma série de cuidados e principalmente produção para poder atender aos pedidos de fora que normalmente são de grandes quantidades.

 

Aproveite para conhecer e adquirir os nossos moldes:

Meu pequeno pônei

Capinhas para celular em feltro

Saiba mais:

Aproveite para conhecer a nossa série Feltro Para iniciantes, onde postamos muitas dicas  para ajudar a você que está começando a trabalhar com o artesanato em feltro.

Quer fazer do seu hobby a sua principal fonte de renda? Conheça as séries Negócio CriativoTrabalhe em Casa e Venda Mais aqui no blog.

Re-post do tutorial originalmente publicado aqui

E aproveito para convidar você para conhecer e nos seguir nas nossas redes sociais:

Se inscreva no nosso canal: Margareth Magalhães

Se inscreva no canal da Ana Cecília: Ana Cecília Antunes

Meu blog: https://artypano.com.br/

Instagram:@margarethmag

Fanpage: https://www.facebook.com/artypano

Email para parcerias e contato: atelieartypano@gmail.com

twiter: @margarethmag

Google plus:  https://plus.google.com/+MargarethMagalhães/post

Você também pode entrar em contato comigo pelo email:  atelieartypano@gmail.com ou pela caixa postal:  caixa postal 1062, cep: 36200-971, Barbacena – MG

Margareth Magalhães