Pare de sabotar o seu sucesso

Aproveito para convidar você para assinar o nosso blog por e-mail.   É só deixar o seu e-mail aqui na lateral do blog.ArtyPano-Margareth Magalhães
Se inscreva no nosso canal do youtube
“Do seu jeito, nossas dicas se transformam em arte”.

Olá pessoas criativas! Tudo bem?

neste período em que transformei o meu hobby em um negócio criativo e através de conversas com outros artesãos e e-mails que recebo o que pude notar é que muitas pessoas têm  o sonho comum de viver de artesanato. Transformando seu hobby em um negócio próspero.

Sem surpresa, todos nós compartilhamos muitas coisas positivas em comum.

A paixão por fazer algo artesanal. Um amor em ser criativo. A unidade de evoluir. O desejo de fazer dinheiro real a partir de seu trabalho.

Todas essas coisas são vitais se você quiser alcançar seu objetivo.

Dito isto, eu também tenho notado várias semelhanças naqueles que estão lutando para seguir em frente.

Estas são as pessoas que sonham o sonho, mas simplesmente não consegue transformá-lo em realidade.

Às vezes, há fatores externos que nos impedem, com certeza. Mas, muitas vezes, essas pessoas estão sabotando ou travando o seu progresso e impedindo o seu próprio sucesso; e que podem até não perceber isso.

Por isso hoje vou compartilhar 5 maneiras que vejo como essas pessoas se sabotam, porque entender o problema é o primeiro passo para ir além.

  1. Desistir cedo demais

Vamos tirar isso do caminho. Se você está começando o seu negócio artesanal, com muita expectativa e não está tendo lucro, não fique incomodado. A verdade é que as pessoas que parecem ser um “sucesso instantâneo” geralmente têm muitos anos de experiência por trás dele, seja anos fazendo do seu artesanato um trabalho lucrativo ou apenas como um hobby.

A menos que você pertença a uma minoria, que tem uma ideia única e absolutamente brilhante, e sabe como executar uma campanha de marketing fabulosa que vai levar sua marca ao conhecimento do público; mas a realidade é que vai levar um tempo para você fazer sua marca conhecida e realmente ganhar um dinheiro digno do seu negócio artesanal.

Quanto tempo?

Obviamente, isso vai depender de vários fatores, como o custo do material, o tempo que você tem para se dedicar ao seu negócio, se você tem outro emprego, e assim por diante.

Muitas vezes para contar tenho visto alguém abrir uma loja no Elo7 ou Iluria com meia dúzia de peça com fotos péssimas e  após um mês joga tudo para o alto, porque “eles não estão vendendo nada”.

Você está competindo contra outros artesãos que estão aprimorando seus artesanatos há anos, e não é só isso eles também aprimoraram suas técnicas de fotografia, marketing, relação com o cliente etc.

Você precisa entrar no jogo com paciência e dedicação. Se você não está nele para ficar até o final é melhor não começar.

  1. Concentrando-se no negativo

A nossa tendência é sempre culpar algo ou alguém por nossos fracassos. Estamos sempre lamentando sobre alguma mudança na plataforma onde montamos nossa loja, que fez nossas vendas despencarem.  Este é apenas um exemplo de como nós estamos sabotando ou focando no negativo.

Se você se pegar fazendo isso, pare!

Ninguém é responsável pelo sucesso ou fracasso do seu negócio, mas você sim.

Pare de culpar, pare de reclamar, pare de ficar obcecado com seus concorrentes, pare de focar nos aspectos negativos, e comece a focar nos aspectos positivos.

Não fique concentrado nas vendas que não recebeu – foque em tornar a experiência do cliente que adquiriu o seu produto em algo absolutamente incríveis para que ele conte para todos os seus amigos sobre o quão incrível você é e como seu trabalho é lindo.

Concentre-se em como você pode fazer crescer o seu negócio na direção certa. Veja cada desafio como uma forma de crescer e evoluir.

  1. Foco

Eu cometi este erro, ao começar muitas coisas novas ao mesmo tempo, e não ser capaz de dar a qualquer uma delas a atenção que realmente merece. É uma armadilha muito comum entre nós pessoas criativas, porque temos muitas ideias, e cansamos com facilidade.

Assim começamos a trabalhar com feltro, um pouco de crochê, passamos pelo biscuit, etc.

É sem dúvida, divertido e desafiador … mas devemos focar e dar a cada uma dessas coisas o tempo e a atenção necessária para que elas cresçam verdadeiramente bem sucedidas, e parar de tentar fazê-los todos de uma só vez.

Siga o seu foco,

Isso não quer dizer que você não pode fazê-los todos – basta fazê-las sequencialmente em vez de simultaneamente. Dê a si mesmo um prazo para se concentrar em apenas um projeto antes de você começar outro. Certifique-se, no entanto, você não está caindo na “desistir cedo demais” armadilha discutido anteriormente.

  1. Muitas pesquisas e pouca ação

 

Você já fez os cursos, comprou apostilas, moldes,  pesquisou na net e agora tem todo o conhecimento teórico, mas ainda não colocou em prática.

Você sabe que eu sou um defensora enorme de investir em seu próprio aperfeiçoamento  – tanto pessoal quanto profissional. Ministro cursos e vendo apostilas.Falando nisso você  já conhece nossa loja? Aproveite e faça uma visita.

Chega um ponto em que você só tem que dar o salto.

Pare de planejar e comece a fazer.

Sim, você irá falhar e cair, vai cometer erros, mas até que você realmente entre na arena  e comece a falhar e ter sucesso, você nunca vai ter um progresso real.

  1. Aguardando a perfeição

 

Isso está intimamente ligado ao item acima (4). Muitas vezes, as pessoas estagnam e para de agir por causa do medo.

Elas estão com medo de não serem perfeitas, de não ter um produto perfeito, ou a embalagem perfeita, ou a fotografia perfeita.

Nada é perfeito

Você pode evoluir. Você pode trabalhar para fazer o melhor.

Não esconda sua luz do mundo – deixa ela brilhar.

 

Agora é a sua vez, você reconhece algum desses traços em si mesmo? O que você vai fazer sobre isso? Deixe sua opinião aqui nos comentários, ela é muito importante para nós.

Beijos

Margareth Magalhães4

 

8 comments

  1. Silvia says:

    Gostei muito dessa matéria me identifico com ela acho q todos os artesãos passa por isso . A minha dificuldade e de não conseguir me organizar pois não tenho um lugar só pra isso quando vejo a casa toda tem material espalhado .

    • Anamaria Salles says:

      Exatamente Silvia, por isto chamo meu espaço de entullier !!! Vou te contar o que estou fazendo já que estou determinada em continuar sendo eclética (pinturas decorativas, reciclagem, croche, costurices, inclusive feltro…tenho sacos e sacos de retalhos tb) 1)separando cada área por cor e etiquetando mesmo que seja em cxs de sapato…
      2)prateleiras de porta de guardaroupa catada, no baita espaço que tem nas paredes até o teto!!!
      3)produzir e vender o que já tenho em estoque de matéria prima
      4)reorganizar o que sobrar e analisar o que vai valer a pena continuar !!!
      5)daí pra frente, FFF (fé+força+foco) utilizando os ensinamentos do site e outras pesquisas relacionadas ao coaching do meu negócio !!!

  2. Sônia Maria Pereira Leal says:

    Eu sou apaixonada por patchwork, já faço algumas coisas, mas não consigo vender o suficiente pata obter lucro, é desanimo, e ainda por cima , estou desempregada., Me encaixo muito bem neste perfil. ás vezes me saboto e fico triste, bjus

  3. rita lima says:

    muito bom eu estava nesse processo do item 5,um bom material ,uma linda embalagem,uma etiqueta… perfeição,tenho aprendido que a cada dia podemos fazer melhor.

  4. Feltro do Céu says:

    Margareth, estou nesse começo e minha maior dificuldade é o foco. Minha mente não para e eu acabo fazendo mil e um planos e sobra pouco tempo para a realização de cada um. Enfim, não é fácil. Tem que perseverar.